sexta-feira, 1 de março de 2013

RESENHA DO LIVRO "Bem-vindo ao meu pesadelo"


BEM-VINDO AO MEU PESADELO


a) Ficha técnica:  
       Autor: José Teles
       Título: Bem-vindo ao meu pesadelo
       Editora: Bagaço
       Edição: 2011
       Número de páginas: 84
       Preço sugerido: 25,00

b) Resumo do conteúdo da obra:

  O livro "Bem-vindo ao meu pesadelo" aborda um problema global: o bullying, que está aumentando cada vez mais.
   A história conta o dia a dia de Tiago, que por ser novato, descendente de polonês e um aluno exemplar, sofre bullying pelos "bad boys", que são um grupo de alunos que intimidam os outros. Tiago se sente encurralado, pois ele não sabe o que fazer, o que deixa a história dramática.
    Algo que percebemos enquanto lemos é o fato de que o autor coloca o nome do antagonista de Jason, o principal personagem do mais famoso filmes de terror "Sexta-feira 13", o que dá ao leitor uma ideia de terror e medo ao personagem, e alem disso ele ainda cita exemplos de outros filmes como: "Carrie, a estranha" e "Sob domínio do medo".
   O livro é totalmente recomendado a alunos, porque eles vão poder ver como a vida de quem sofre o bullying é horrível e que não vale a pena ser o agressor, porque ele é sempre punido por seus atos.
   Eu indico o livro porque ele mostra bem a realidade das vitimas, tornando o livro o mais realista, assim podendo conscientizar quais são as verdadeiras consequências do bullying.















sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

BULLYING

 BULLYING





                                                                 


O termo bullying é um termo mais recente, a palavra foi criada assim para que seja entendida em todas as línguas sem ser o inglês  sua origem vem da palavra "Bull", touro. Nos Estados Unidos, Bully é um cara valentão que mexem com pessoas mais fracas, querendo intimida-las. O bullying geralmente ocorre nas escolas, mas também em locais de trabalho, na internet, na vizinhança, na política e na área militar.
Ficheiro:IRFE bull.png
Nas escolas
Ficheiro:Bizutage pilote gazelle.jpg
Área  militar

Muitos que não denunciam os atos, não tem mais coragem para denunciar e os que assistem e mesmos que não façam nenhum tipo de agressão, estão sendo cúmplices.

Algumas formas de bullying são:
  • insultar a vítima;
  • acusar sistematicamente a vítima de não servir para nada;
  • ataques físicos repetidos contra uma pessoa, seja contra o corpo dela ou propriedade.
  • interferir com a propriedade pessoal de uma pessoa, livros ou material escolar, roupas, etc, danificando-os.
  • espalhar rumores negativos sobre a vítima;
  • depreciar a vítima sem qualquer motivo;
  • fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando-a para seguir as ordens;
  • colocar a vítima em situação problemática com alguém (geralmente, uma autoridade), ou conseguir uma ação disciplinar contra a vítima, por algo que ela não cometeu ou que foi exagerado pelo bully;
  • fazer comentários depreciativos sobre a família de uma pessoa (particularmente a mãe), sobre o local de moradia de alguém, aparência pessoal, orientação sexual, religião, etnia, nível de renda, nacionalidade ou qualquer outra inferioridade depreendida da qual o bully tenha tomado ciência;
  • isolamento social da vítima;
  • usar as tecnologias de informação para praticar o cyberbullying (criar páginas falsas, comunidades ou perfis sobre a vítima em sites de relacionamento com publicação de fotos etc);
  • chantagem.
  • expressões ameaçadoras;
  • grafitagem depreciativa;
  • usar de sarcasmo evidente para se passar por amigo (para alguém de fora) enquanto assegura o controle e a posição em relação à vítima (isto ocorre com frequência logo após o bullyavaliar que a pessoa é uma "vítima perfeita");
  • fazer que a vítima passe vergonha na frente de várias pessoas.


O bullying esta ganhando mais força a cada dia por causa que as vítimas não estão denunciando  mas as campanhas de anti-bullying estão aumentando e muitos colegios estão recebendo palestras conscientizando de como o bullying pode ser prejudicial a alguém, assim podendo evitar que esse tipo de agressão possa ser realizada novamente.